Caminhos Turismo

O que acreditamos… O que queremos… o que fazemos…

Simpósio sobre Implantação da Lei das Ciclovias

Simpósio discutiu implantação da lei das ciclovias

No dia 19 de maio, o mandato do vereador Chico Macena promoveu o “Simpósio sobre Integração Bicicleta mais São Paulo” para avaliar o que foi feito, após um ano, para implementar a lei, de sua autoria, que cria o sistema cicloviário da cidade.

Estiveram presentes no evento o próprio vereador, a coordenadora do Grupo Executivo da Prefeitura de São Paulo para Melhoramentos das Ciclovias, Laura Ceneviva, o responsável pelo site Ciclo BR, André Pasqualini, o bike repórter da Rádio Eldorado, escola de bicicleta, e do IBP (Instituto Pedala Brasil), Arturo Alcorta, o doutor em engenharia de transporte, Eric Amaral Ferreira e da vereadora Soninha, que compareceu no fechamento do Simpósio e apoiou a iniciativa do vereador Chico Macena.

A abertura contou com a exposição do vereador que apresentou os artigos da lei a importância da regulamentação dela para sociedade. Chico reafirmou a importância da bicicleta como meio de transporte, que trará benefícios à população sobre diversos aspectos, principalmente o ambiental da cidade. “É preciso mudar a cultura de que bicicleta é coisa de pobre. A bicicleta é uma alternativa de transporte e deve ser incorporada pela cidade, com segurança e condições de mobilidade para seus usuários”, defendeu o vereador.

A representante da secretaria do Verde e Meio Ambiente órgão responsável pela implementação da lei, Laura Ceneviva, apresentou aos presentes os planos em andamento da secretaria e afirmou que a partir de 2010 a cidade pretende contar com cerca de mil quilômetros de ciclovias em 10 anos “Sabemos que o processo de planejamento é vagaroso, mas necessário para identificarmos qual são os desejos de viagem dos usuários deste sistema”, afirmou. Para isso, pela primeira vez, a Pesquisa Origem/Destino identificará de que modo os ciclistas da cidade estão utilizando este meio de transporte.

André Pasqualini, Diretor do site CicloBr, expôs sua opinião sobre a necessidade de fiscalização e obrigatoriedade do cumprimento da lei. O ponto alto da sua apresentação foi o vídeo gravado por ele que, ao andar com sua bicicleta, flagrou os erros e desrespeitos cometidos pelos motoristas de veículos contra a legislação de trânsito. “Esta pequena demonstração que fiz, de dez minutos, mostra infrações que gerariam, por alto, mais de R$ 251 mil reais que, ao meu ver, poderiam ser recursos para a construção das ciclovias, ciclofaixas, sinalização e educação”, afirmou André. O cicloativista sugeriu, ainda, em tom de brincadeira, a criação de um órgão de fiscalização chamado de CETB (Companhia de Engenharia de Tráfegos de Bicicletas). “Um órgão que pense, de fato, nas nossas necessidades”, ressaltou.

Arturo Alcorta complementou a exposição afirmando a necessidade de investimento na segurança dos ciclistas por meio da sinalização e demonstrou alternativas para implantação de ciclovias de qualidade e de forma mais econômica.

Eric Ferreira, parceiro de Alcorta em vários projetos de planejamento urbano demonstrou soluções bem sucedidas de vários países, que podem ser incorporadas no planejamento de São Paulo.

Texto: Boney – www.boney.com.br

Foto: Renato Doidera – www.doidera.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: